quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

FELICE CAPO D'ANNO

31 de dezembro de 2009. Último dia do ano afinal. Que sensação mais estranha, parece que o meu ano não vai terminar hoje. Será que é pelo frio lá fora? Ou por não estar na praia como todas minhas outras viradas? Também pode ser por estar em uma véspera de Ano Novo no meio das aulas; sim, como sabem estou de “férias” da faculdade. Tudo isso é muito diferente da realidade que tenho no Brasil, e para mim está tendo uma importância diferente, e mais valiosa que todos os outros anos. Isso pelo contexto. Estar colocando em prática um sonho, poder estar amadurecendo, crescendo, etc.
Vale um parênteses do meu Natal. Bom, nossa ceia foi aqui em casa, muita animada e divertida. Amigos italianos passaram para dar “tanti auguri”, e até as 9:30 da manhã do dia seguinte permanecemos acordados. Finalizando com uma roda de chimarrão com direito a muita conversa sobre política, Brasil e arquitetura. Na foto todo pessoal que participou da ceia.
Agora você deve estar se perguntando de onde estou escrevendo. Se já estou em Londres como havia programado para virada, ou se por acaso meio às confusões de trens e aviões na Europa, não estou em outra cidade. Pois bem, nenhuma dessas opções. Estou em casa, na Itália. Sozinho. Isso porque no dia 25 de dezembro, com todo aquele clima depressivo e triste por estar longe da família, parei pra refletir e tomar a decisão de ficar por aqui. Alguma coisa me dizia, me pedia, para não ir viajar e permanecer em casa sozinho. Afinal a ansiedade por 2010 é grande, os planos são vários, e as expectativas maiores ainda. Como sempre a virada do ano para mim é o momento de mentalizar tudo aquilo que deseja para o próximo ano, e procurar fazer o mais diferente possível nas coisas que se falhou no ano que se encerra. Pois bem, não seria agindo no impulso, viajando “só” porque já estava com as passagens compradas, e no final fazendo tudo aquilo que de costume sempre faço. Que é agir no impulso sem pensar muito. Com certeza não é isso que quero para meu 2010. Então decidi ficar.
Desde quando cheguei aqui, essa é a primeira vez que tenho um tempo apenas para mim. Que fico sozinho e que posso fazer coisas simplesmente apenas para mim. Pensar, refletir, esclarecer e listar as metas para o próximo ano. Eu comigo mesmo. Bom, até agora a idéia foi ótima e estou muito contente pelas conclusões que estou tirando de mim mesmo. Já que é aquela coisa de sempre, não adianta ficar falando por aí aos quatro ventos certas coisas. Quem gosta de você não precisa saber, e quem “não gosta” não vai dar credibilidade. Além de que ações falam mais que palavras. Para 2010 mais atitude, mais empenho do que possa ter dado em 2009, tudo isso em busca de uma única coisa, sucesso.
Há uma semana atrás, escrevia aqui sobre a véspera do natal e de como estava triste. Mas hoje, após acreditando ter feito a escolha certa, estou muito mais contente e satisfeito pelo momento. Sozinho não estarei nessa virada. Vou comemorar com meus amigos italianos, “a la italiana”. Risos. Uma vez que aqui na Europa é muito diferente a relação com essas festas de final de ano. Primeiro porque não é a época de férias. Como nós, eles programam suas férias para o verão, de julho a setembro. Segundo, porque os estudantes aqui estão meio à aulas e exames. E terceiro porque é frio, muito frio. Então não pense que aqui existem todos os rituais que se fazem no Brasil, como pular as 7 ondas ou comer uva do lugar mais alto que puder. É uma coisa mais simples, fria como o inverno. Mas que não está sendo nenhum pouco chata, pelo contrário é uma experiência nova. Hoje vamos reunir os amigos, fazer uma ceia e na virada brindar o ano que se inicia. Festa? Sim, tem várias. Mas também não é nada muito diferente das demais festas que aqui ocorrem todo final de semana. Enfim, imagine nossa relação com a páscoa. É a mesma relação deles com Natal e Ano Novo. Um pouco diferente nas cidades mais turísticas como Londres, Paris e Barcelona. E aqui, quando falo que nosso Ano Novo é na praia, soa engraçado. Estranho, porque passar o Natal e Ano Novo meio a neve e frio pra mim era um sonho. Risos. Tudo bem se eles não tem o sonho de passar essas datas no calor e pegando um bronze nas belas praias do nosso país. Ok.
É isso aí, esse é meu último post de 2009. Um ano que foi maravilhoso, e como todos os outros passou muito rápido. 2010 promete muita coisa, basta acreditar e correr atrás. Estou ansioso por isso. A todos vocês um feliz Ano Novo, com muito amor, saúde, sucesso, metas, objetivos e conquistas. E tudo aquilo que não conquistaram em 2009 dêem mais dedicação esse ano para que quando atingido seja comemorado com muita vontade.
É isso aí, estou muito feliz por tudo e pelo ano que se inicia. Não tem nem como ficar triste pela distância de todos vocês, já que faltam apenas 40 dias para meu retorno.

Beijos e Abraços, até 2010.

Saudades

Um comentário:

  1. Feliz 2010 Lucas!
    Até daqui alguns dias.

    Beijo
    Pri

    ResponderExcluir